Atenção


1273459_voce-namoraria-um-g0y

Você namoraria um g0y?

Você já deve estar sabendo de todo o barulho acerca dos g0ys nas últimas semanas. Homens que se relacionam com outros homens, mas que não se consideram homossexuais. Contanto que a relação entre ambos não envolva o sexo anal, os beijos, carinhos e até sexo oral estão liberados. Além da visão meio deturpada que os hétero-g0ys possuem da comunidade LGBT, essa ideologia é cercada de polêmicas, pois muitos acreditam que os integrantes são apenas gays que não tem coragem de sair do armário.

Mas afinal, você namoraria um g0ys? A pergunta pode ser meio maldosa, mas a preocupação é pertinente. Até porque namorar um g0y pode envolver traição de uma maneira ou de outra, mesmo que ele não tenha interesse em assumir um compromisso sério com outro homem.

De acordo com o site Heterogoy, o portal brasileiro sobre essa ideologia, o contato entre os parceiros se resume a “preliminares na visão hétero tradicional, ou brincadeiras sacanas na visão hétero g0y”. Assim, eles podem beijar, aproveitar a masturbação e, eventualmente sexo oral. Mas nunca a penetração. O grupo explica que esse tipo de sexo é para ser feito somente com mulheres. Achou estranho? Ainda não viu nada, inocente…

O site estrangeiro g0ys.org chega a afirmar que o “processo natural” de relação entre pessoas do mesmo sexo foi “denegrido” pelo movimento gay moderno, por conta do sexo anal e da “perversão de alguns grupos”. Ao que parece, para os g0ys o sexo anal é mais polêmico do que mamilos. Mas e como eles podem saber se os companheiros não andam quebrando as regras por aí? Será que existe uma “Patrulha de Fiscalização do Bumbum Alheio”??

Enfim, o que para a gente pode parecer estranho, para os hétero-g0ys é muito claro. No site existe uma explicação para diferenciar um gay de um g0y. Prepare-se:

“O nome composto gay-zero confunde no momento que pode levar à interpretação de que um gay-zero = heterossexual, o que não é verdade, por analogia um guaraná zero, não é aquele que virou fanta, mas apenas um guaraná que foi retirado um único componente, no caso o açucar (sic). No caso dos gays é justamente isso, o gay-zero (ou g-zero) seria um homem que sente atração por outro homem, mas não pratica um dos componentes do mundo gay, um g-zero não é realiza (sic) sexo anal durante contatos íntimos masculinos…”.

Para os g0ys o sexo anal é rechaçado, pois segundo os integrantes é uma forma muito comum de contrair doenças. O que poderia ser evitado pelo simples uso da camisinha. No site do grupo também podemos encontrar informações que podem dar um verdadeiro nó na cabeça de quem ainda está confuso ou com medo da própria orientação sexual. O que eles falam sobre pessoas transexuais não vale nem a pena ser reproduzido. Além disso, no site também são encontradas palavras preconceituosas, como “baitolice” e “g0ys são machistas”.

Para muitos estudiosos, os homens que se intitulam g0ys são o retrato de uma sociedade que ensina que ser homossexual é errado e sujo, ou seja, o g0y seria uma pessoa com uma homofobia interna muito grande. Um homem hétero-g0y seria aquele que quer desfrutar dos desejos gays, mas que não quer se identificar (ou ser identificado) como pertencente a comunidade LGBT, pois uma das normas do grupo é justamente “celebrar a masculinidade”.

fonte: http://divando.pop.com.br/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

error: Content is protected !!